Estamos online

Vendas especiais

TUDO QUE UM BMW TEM, COM AINDA MAIS BENEFÍCIOS.

BMW PREFERENCE.

O programa BMW Preference garante a isenção de impostos para que pessoas com mobilidade reduzida tenham acesso facilitado tecnologia, segurança e o prazer de dirigir um BMW.

Abaixo estão as informações necessárias para você participar do programa.

A BMW DO BRASIL, COM O INÍCIO DA PRODUÇÃO LOCAL, TORNA-SE ELEGÍVEL À COMERCIALIZAÇÃO DIRETA DE VEÍCULOS NOVOS AO CONSUMIDOR COM DEFICIÊNCIA.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS QUANDO A PESSOA COM DEFICIÊNCIA É O CONDUTOR:

  • Proposta de compra devidamente preenchida no BIC.
  • Autorização de isenção do IPI – concedida pela Secretaria ou Delegacia da Receita Federal do Brasil.
  • Cópia autenticada do Laudo Médico de Avaliação.
  • Cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação.
  • Cópia autenticada do CPF e RG.
  • Comprovante de residência.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS QUANDO A PESSOA COM DEFICIÊNCIA NÃO É O CONDUTOR:

  • Proposta de compra devidamente preenchida no BIC.
  • Autorização de isenção do IPI — original via estabelecimento concedida pela Secretaria ou Delegacia da Receita Federal.
  • Cópia autenticada do Laudo Médico de Avaliação.
  • Cópia autenticada da identificação do condutor autorizado.
  • Cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação dos condutores autorizados.
  • Cópia autenticada do CPF e RG.
  • Comprovante de residência do condutor.
  • Cópia autenticada do CPF e RG do cliente.
  • Comprovante de residência do cliente.

SE O ISENTO FOR MENOR DE IDADE OU INTERDITADO:

  • Cópia autenticada do comprovante de interdição ou guarda concedida.
  • Cópia autenticada do CPF e RG do representante legal.

OS MODELOS ELEGÍVEIS SÃO: BMW SÉRIE 1, BMW SÉRIE 3, BMW X1 E BMW X3.

As pessoas com deficiência (PcD) possuem benefícios tributários na compra direta de veículos novos BMW de fabricação nacional, devido à isenção do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). A isenção do IPVA varia de acordo com requisitos próprios da Secretaria da Fazenda de cada Estado, portanto, esta isenção deve ser validada regionalmente.